O TÊNIS CERTO PARA MALHAR



Na primeira matéria que escrevi aqui para o blog, falei da importância de usar a roupa certa para malhar e que, assim como o tênis, influencia muito no desempenho e no resultado das atividades físicas. Então, hoje vou falar dele: o calçado indispensável da academia!

Como qualquer atividade física, malhar requer cuidados específicos e isso tem a ver com o tipo de tênis que escolhemos. Às vezes, por inexperiência, optamos por modelos que nos chamam a atenção apenas pela estética e não pela sua real função, o que pode trazer graves consequências. Para isso não acontecer, devemos levar em consideração algumas características da atividade realizada.

Atualmente a academia virou um ambiente muito democrático, quando se trata da prática de exercícios: temos musculação, aeróbicos, pilates, spinning, kick-boxing, zumba e outros. Cada exercício com sua função e um tênis certo.

O nosso corpo precisa de suporte e segurança durante cada atividade física praticada e o tênis exerce grande influência nesse aspecto. Sem o calçado adequado, estaremos mais propensos a sofrer lesões nos pés, tornozelos, joelhos, quadris e coluna. Os principais fatores que ocasionam lesões são: impacto da corrida sem amortecimento suficiente, torção ao se exercitar sem um tênis com estabilidade adequada e sobrecarga de músculos e ligamentos.

Na hora de comprar o tênis, além de analisar para qual exercício ele é indicado, devemos lembrar qual o nosso tipo de pisada (pisada pronada, supinada ou neutra). Além disso, nossos pés estão sujeitos a diferentes sobrecargas quando caminhamos, corremos ou malhamos.

Confira algumas características de tênis adequados para cada atividade:

  • Musculação: na musculação praticamos exercícios que se baseiam no uso de pesos. Sendo assim, precisamos que nosso corpo estabilize nossos movimentos minimizando a sobrecarga nos joelhos, quadril, coluna ou em outras articulações. Para isso precisamos manter uma postura extremamente correta, então, o tênis precisa nos proporcionar estabilidade. Além disso, é necessário ter um amortecimento rígido, pouquíssimo drop e um bom suporte para fixar a região do meio do pé.

  • Corrida: o tênis perfeito deve oferecer sistema de ventilação e ser leve, para que a atividade fique mais confortável e mais ágil; amortecedores dianteiros e traseiros para absorver o impacto nas pernas, pés e joelhos e quadril; retorno de energia, flexibilidade e tração (para isso sua entressola deve ter um bom material que absorva impactos e devolva energia, um solado flexível e de boa aderência e um cabedal que acompanhe o movimento dos pés).

  • Ginástica aeróbica e treinamentos funcionais: nesse tipo de treino são realizadas atividades muito dinâmicas e por isso, o tênis deve ter tanto amortecimento quanto estabilidade, como também ventilação e conforto.

IMPORTANTE: Vale lembrar que independentemente do tipo de exercício, o tênis também deve nos proporcionar:

Conforto – um quesito fundamental é a ergonomia. A forma como o tênis se adapta aos seus pés é de extrema importância. Calçar algo que te aperta, por exemplo, pode gerar fricção e causar bolhas. Por isso o calçado deve ter um cabedal de boa malha, com poucas costuras internas e boa transpiração.

Durabilidade ­– normalmente os exercícios de academia possuem alta intensidade. Por isso, ter um calçado de qualidade pode até ser um investimento alto, porém, sua durabilidade superior fará com que você não necessite comprar outro par de tênis em curto prazo de tempo.

Instagramr: @deborahavelars

#sportwear #MODA #TÊNIS #DeborahAvelar #FITNESSWEAR

94 visualizações0 comentário